Passar para o Conteúdo Principal

Qualidade da gua

Neste espaço encontra os editais em vigor relativos às várias áreas de atuação do Serviço Controlo da Qualidade da Água para Consumo Humano:

Ano 2017

Resultados Analíticos Referentes ao 1º Trimestre de 2017

Resultados Analíticos Referentes ao 2º Trimestre de 2017

Resultados Analíticos Referentes ao 3º Trimestre de 2017

Ano 2016

Resultados Analíticos Referentes ao 4º Trimestre de 2016 Resultados Analíticos Referentes ao 3º Trimestre de 2016 Resultados Analíticos Referentes ao 2º Trimestre de 2016 Resultados Analíticos Referentes ao 1º Trimestre de 2016

Ano 2015

Resultados Analíticos Referentes ao 4º Trimestre de 2015 Resultados Analíticos Referentes ao 3º Trimestre de 2015 Resultados Analíticos Referentes ao 2º Trimestre de 2015 Resultados Analíticos Referentes ao 1º Trimestre de 2015

Ano 2014

Resultados Analíticos Referentes ao 1º Trimestre de 2014 Resultados Analíticos Referentes ao 2º Trimestre de 2014 Resultados Analíticos Referentes ao 3º Trimestre de 2014 Resultados Analíticos Referentes ao 4º Trimestre de 2014

Ano 2013

Resultados Analíticos Referentes ao 1º Trimestre de 2013 Resultados Analíticos Referentes ao 2º Trimestre de 2013 Resultados Analíticos Referentes ao 3º Trimestre de 2013 Resultados Analíticos Referentes ao 4º Trimestre de 2013

Ano 2012

Resultados Analíticos Referentes ao 1º Trimestre de 2012 Resultados Analíticos Referentes ao 2º Trimestre de 2012 Resultados Analíticos Referentes ao 3º Trimestre de 2012 Resultados Analíticos Referentes ao 4º Trimestre de 2012

Ano 2011

Resultados Analíticos Referentes ao 1º Trimestre de 2011

Resultados Analíticos Referentes ao 2º Trimestre de 2011

Resultados Analíticos Referentes ao 3º Trimestre de 2011

Resultados Analíticos Referentes ao 4º Trimestre de 2011

Ano 2010

Resultados Analíticos Referentes ao 4º Trimestre de 2010

Decreto- Lei 306/2007 de 27 de Agosto, Estabelece o regime da qualidade da água destinada ao consumo humano, procedendo à revisão do Decreto-Lei n.º 243/2001, de 5 de Setembro, que transpôs para o ordenamento jurídico interno a Directiva n.º 98/83/CE, do Conselho, de 3 de Novembro, tendo por objetivo proteger a saúde humana dos efeitos nocivos resultantes da eventual contaminação dessa água e assegurar a disponibilização tendencialmente universal de água salubre, limpa e desejavelmente equilibrada na sua composição, estabelecendo, ainda, os critérios de repartição da responsabilidade pela gestão de um sistema de abastecimento público de água para consumo humano, quando a mesma seja partilhada por duas ou mais entidades gestoras.